Como montar um computador com foco em jogos competitivos (e-sports)

Os jogos competitivos são um dos grandes responsáveis por movimentar rios de dinheiro na indústria gamer em geral. A cena de campeonatos já existe há algum tempo, mas só recentemente que o reconhecimento devido chegou. No Brasil, um dos jogos pioneiros foi o Counter-Strike, e se mantém até hoje como um jogo muito jogado e relevante para o cenário.

Outros jogos surgiram e ganharam grande destaque na comunidade, como League Of Legends e Fortnite. Todos eles são multiplayer e exigem boas habilidades por parte do jogador e um computador com configurações adequadas para manter o gameplay sem problemas, já que qualquer travada pode comprometer uma jogada ou até mesmo a partida inteira.

E qual é a configuração adequada para rodar esses e outros jogos competitivos? Nesse guia do Setup Gamer, nós vamos elencar a melhor configuração para quem está começando e a configuração ideal para rodar os mais jogados competitivamente com tranquilidade.

Configuração gráfica recomendada para jogos competivos

Se você passou a acompanhar o cenário de jogos competitivos recentemente, deve ter notado com muitos jogadores profissionais optam por deixar a qualidade do jogo no mínimo, mesmo utilizando máquinas com peças top de linha. Isso acontece especialmente em jogadores de FPS.

Existem alguns motivos para isso, sendo o primeiro deles a redução de estímulos visuais que podem desviar o foco durante a partida, como reflexos, luzes ou outros elementos. No entanto, o mais importante é a performance.

Se o jogo estiver rodando com uma alta taxa de quadros, o tempo entre um clique de um mouse, o processamento desse comando e o resultado disso na tela tende a ser menor. Por isso que os jogadores buscam uma taxa imensa de FPS e principalmente a estabilidade dela, através das melhores placas de vídeo no mercado.

Não é preciso se preocupar em ter as melhores peças caso você esteja começando agora. Foque suas energias em melhorar a sua habilidade de leitura de jogo e raciocínio rápido.

Vale a pena comprar um computador montado?

Essa pergunta pode ser difícil para alguns. Mas, no nosso ponto de vista, não vale.

O ponto alto de comprar um computador montado é a comodidade de apenas ligar e configurar o sistema operacional. No entanto, você paga mais caro por isso e não tem controle exato de quais peças foram escolhidas, o que é muito importante. Algumas lojas, por exemplo, não especificam qual fonte foi utilizada na montagem durante a compra, e fonte é uma das peças mais importantes do computador.

Montar um computador por conta própria pode parecer difícil e realmente pode ser para iniciantes, mas é para isso que o nosso post serve, nosso objetivo é auxiliar e sanar as dúvidas de quem quer montar um computador gamer.

Faixas de preço de um PC Gamer

Um PC Gamer voltado para jogos competivos (e-sports) não serve apenas para esse tipo de jogo. Como é preciso extrair vários frames por segundo, além de manter a estabilidade, as seleção de peças pode servir também para quem apenas quer jogar casualmente, mas com qualidade.

As estimativas de número de FPS médio são baseadas na configuração gráfica do jogo voltada para a performance, e não para a qualidade. As análises foram feitas estudando vários testes do conjunto de hardware das nossas seleções.

Outra ressalva é em relação ao monitor. Além de ser recomendado priorizar a taxa de quadros, ter um monitor que consiga acompanhar essa quantidade de frames é altamente recomendável também. Por isso, procure investir em monitores que tenha taxa de atualização de pelo menos 120Hz e tempo de resposta de no mínimo 1ms.

Configuração de PC Gamer barato

Com a atual crise que o país enfrenta, fica difícil dizer que essa configuração é realmente barata, mas as peças abaixo são consideradas as mínimas necessárias para compor um PC Gamer com foco em jogos competitivos.

O computador precisa ter uma folga no desempenho porque jogos ficam pesados com o passar do tempo. Além disso, é provável que enquanto você estiver jogando, vai ter um Discord aberto, um gravador de tela para análise das jogadas, ou até mesmo streamando.

Para essa faixa de preço, escolhemos a plataforma da Intel por apresentar um ótimo custo x benefício frente à AMD. O i3 10100F mesmo custando menos, se sai melhor em jogos quando comparado com o Ryzen 3 3100 e 3300X, da AMD.

Peças recomendadas

Quais jogos rodarão bem?

Acima de 240FPS: Counter-Strike: Global Offensive, Valorant.

Acima de 144FPS: Overwatch, Dota 2, Fortnite, Rainbow Six Siege, FIFA, Rocket League, League Of Legends.

Acima de 120FPS: Playerunknown’s Battlegrounds (PUBG).

Acima de 60FPS: Call of Duty: Warzone, Apex Legends.

Observações

Atualmente, 16GB de RAM é recomendado para PC Gamers. Por isso, caso não consiga comprar os 16GB de primeira, compre apenas um módulo de 8GB mas tendo em mente que vai precisar de mais.

Outra informação importante é sobre a placa de vídeo. A GTX 1650 é o que consideramos o mínimo para rodar bem jogos competitivos. Mas, fique de olho em promoções da RX 570, que apesar de ser antiga, possui semelhanças no desempenho em relação à GTX e pode aparecer com preço bem interessante.

Configuração de PC Gamer ideal

A configuração que nós consideramos ideal é aquela que vai atender a maioria esmagadora de quem foca em jogos competitivos. Ela é capaz de manter a maioria dos jogos com alta taxa de quadros, permitindo aproveitar os melhores monitores do mercado. Além disso, dá uma boa margem para que faz stream ou precisa ter várias coisas abertas ao mesmo tempo durante a jogatina.

Para esse nível de configuração, optamos pela plataforma da AMD por se mostrar imbatível em relação à Intel. O Ryzen 5 5600X chegou chamando bastante atenção por seu desempenho incrível, batendo até mesmo processadores da linha i9 da concorrente em jogos.

Peças recomendadas

Quais jogos rodarão bem?

Com essa configuração, praticamente todos os jogos competitivos podem alcançar mais de 240FPS em Full HD quando é priorizado a performance. Dessa forma, há uma margem para aumentar a qualidade e ainda manter altas taxas de quadro, caso deseje.

Observações

Outras peças podem ser cogitadas e elas vão reduzir bastante o valor final do computador. Obviamente, não terão o mesmo desempenho, mas vai entregar uma experiência bem satisfatória em jogos e multitarefa.

Peças alternativas

Conclusão

Além de ter um bom computador, um jogador precisa de periféricos de qualidade, por isso, procure balancear sempre a compra de bons periféricos com a montagem do computador.

Fique à vontade para opinar, tirar dúvidas ou sugerir alguma mudança no post. Nos vemos no próximo guia. 🙂

Use os comentários para acrescentar alguma informação ou pedir ajuda

Fazer um comentário

Setup Gamer
Logo
Enable registration in settings - general
Shopping cart